Distribuicao 01

Energia Reativa Excedente

O que é esta cobrança?

A energia reativa (kvarh) é uma grandeza elétrica medida assim como a energia ativa (kWh). O reativo excedente é cobrado quando o Fator de Potência for menor que 0,92.
(O baixo fator de potência é ocasionado por equipamentos da Unidade Consumira (lâmpadas Fluorescentes, motores e outros) com o Fator de Potência menor que 0,92).

Por que a Celesc está cobrando?

Esta cobrança está prevista na Resolução 414/2010 da ANEEL (art. 95)

Como fazer para acertar a instalação do local e não cobrar mais?

O consumidor deve procurar uma firma especializada para adequação ou correção do fator de potência.

Por que a Celesc está cobrando?

Esta cobrança está prevista na Resolução 414/2010 da ANEEL (art. 95)

Por que não cobrava antes e agora é cobrado?

A cobrança sempre foi permitida, porém, a maior parte dos medidores (bifásicos e trifásicos) da Celesc não media essa grandeza.

Quando é cobrada a energia reativa na fatura de energia?

A cobrança da energia reativa, devido ao baixo fator de potência, depende do tipo de equipamento instalado na Unidade Consumidora. Se todos os equipamentos tiverem Fator de Potência maior ou igual a 0,92, não haverá a cobrança de reativo excedente.

Quando houver equipamento na Unidade Consumidora com o fator de potência abaixo, porém, próximo de 0,92, o cliente paga menos energia reativa?

Sim.

Se o cliente trocar o medidor monofásico por um bifásico ou trifásico, ele vai pagar energia reativa?

Sim, pois todos os medidores bifásicos e trifásicos, atualmente adquiridos pela Celesc, possibilitam a medição e cobrança dos reativos excedentes.

Quando houver equipamento na Unidade Consumidora com o fator de potência abaixo, porém, próximo de 0,92, o cliente paga menos energia reativa?

Sim.

O medidor monofásico mede energia reativa?

Não. Os atuais medidores monofásicos não possibilitam essa medição. Porém, a legislação permite essa cobrança, mesmo para medidores monofásicos.

O valor da tarifa de energia reativa é maior do que o da ativa?

Não.

As faturas impressas na hora da leitura (Lies) saem com a cobrança da energia reativa?

Atualmente, sim.

O valor cobrado do ICMS da energia reativa é escalonado? Ou seja, até 150kW a alíquota é de 12% e acima de 150 kW é de 25%?

Não. A alíquota aplicada é de 25%.

O consumo da energia reativa pode ser cobrado pela média?

Sim.

No medidor, onde se encontra a leitura do reativo excedente?

O visor do medidor mostra três numerações diferentes, ou seja: o kWh (consumo), o kvarh (energia reativa) e ainda aparecem todos os números como 888888 para verificar se o medidor está correto.